sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Wikileaks e Julian Assange: o temor dos EUA


Vários simpatizantes se uniram para pagar a fiança de Julian Assange. A prisão do fundador do Wikileaks, todos sabem, foi uma represália pelas divulgações feitas em seu site e que afetam, principalmente, os EUA. Já não bastasse a prisão e acusação, no mínimo, exagerada, cobraram um valor absurdo pela fiança, como se ele fosse feitor de um crime hediondo, que aliás, aí, sim, não teria fiança. Ah, além disso, suas contas foram bloqueadas, o que o impossibilitaria de pagá-la. Estranho, não?!

Agora a última, simpatizantes de Julian, ao protestar em frente à Casa Branca, foram levados à prisão. Tudo tão desproporcional! E os norte-americanos se gabam de serem democráticos, de que lá existe liberdade de expressão. Sim, desde que não incomode o governo!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Frase de Goethe

Peguei emprestada do blog do meu amigo Nando Barret "O caminho dos pássaros de papoula" porque achei-a perfeita:

"Todos os dias devíamos ouvir um pouco de música, ler uma boa poesia, ver um quadro bonito e, se possível, dizer algumas palavras sensatas."
- Goethe -

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Papai Noel dos Correios - Cartas de crianças aos Correios

Este ano resolvi ser "Papai Noel" dos Correios.
Sempre ouvia falar no assunto, mas sempre deixava para depois e acabava esquecendo. Este ano fui logo no início de Dezembro aos Correios, sentei e li várias cartinhas até escolher alguma que me tocasse. Várias me tocaram, contudo não podia presentear a todos, então, escolhi duas. As cartinhas estão abaixo.
.
A primeira é de K, um menino de onze (11) anos da cidade de Canoas - RS, que nasceu com um probleminha num dos pés e, por causa disso, já usou 76 botinhas corretivas e fez seis cirurgias. Apesar de tudo, de seus 3cm de diferença de um pé para o outro, ele conta que brinca como se nada tivesse. Só reclama a ausência do pai que por ter se separado da mãe, acabou esquecendo-se do menino. Isso é muito triste. Ele pediu um skate, pois seu médico deu-lhe alta, podendo o garoto, agora, brincar com coisas que antes não podia. Sua história realmente me comoveu. Leia:
A segunda cartinha é de uma menina de oito (8) anos, também de Canoas, que humildemente pede apenas um "fogãozinho". Diante de tantos pedidos de Barbies, bicicletas, skates, video-games, casas de Barbie, esse pedido era tão singelo que não pude resistir. Junto com o fogãozinho enviei a ela também uma linda boneca.

Espero inspirar alguém a fazer o mesmo ano que vem, além de ajudar alguém você ainda irá sentir-se muito feliz!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Carta ao Prefeito de Porto Alegre : Massa crítica e a luta para uma cidade melhor

Eu apoio essa ideia, e você?
Vamos divulgar, espalhar a ideia.
Queremos e merecemos cidades melhores, mais agradáveis para se viver. Basta ver exemplos como Holanda, Alemanha e outros que incentivam o uso da bicicleta, é bom para a cidade, para o meio-ambiente e para a saúde das pessoas.
.
Massa crítica é um site voltado à defesa do direito do cidadão pelo uso da bicicleta, pois hoje as cidades brasileiras não oferecem estrutura para isso. Ou seja, só se constroem avenidas, pontes e viadutos (obras milionárias) e nunca se tem dinheiro para construir ciclovias. Site: http://www.massacriticapoa.wordpress.com/

Carta ao Prefeito de Porto Alegre
Publicado em dezembro 5, 2010
por Marcelo
Sugestão de carta para entregarmos ao prefeito durante a manifestação de segunda-feira, dia 06/12:

Porto Alegre, 06 de dezembro de 2010.

Sr. Prefeito,

Damos total apoio à sanção do projeto da Semana de Combate à Violência no Trânsito e gostaríamos de aproveitar a oportunidade para mostrar-lhe nosso ponto de vista e, por que não, darmos algumas sugestões de atividades para a campanha.

Não há como negar, carro é uma arma. Por ano, no Brasil morrem cerca de 40 mil pessoas vítimas do trânsito e mais centenas de milhares são gravemente feridas ou mutiladas para toda a vida. É mais do que muita guerra mata. Acreditamos que a principal maneira de prevenir acidentes é reduzindo o número de automóveis que circulam pela nossa cidade. A matemática é bem simples, quanto mais carros estiverem circulando nas ruas, maior é a probabilidade de um acidente acontecer. E, quando temos uma tonelada de metal, se deslocando em zonas altamente povoadas a 30, 40, 60, até mesmo 80km/h, as chances desse acidente ser fatal são elevadíssimas.

Por isso queremos que durante a Semana de Combate à Violência no Trânsito, e por que não durante o ano todo, o senhor invista prioritariamente em políticas que incentivem o uso de bicicletas e do transporte público. Pois cada bicicleta é um carro a menos nas ruas, e cada ônibus são 40 carros a menos!

Outra maneira de se diminuir a gravidade dos acidentes é limitando ainda mais a velocidade dos veículos. Isso pode ser feito de diversas formas: barreiras físicas (lombadas), mais controladores eletrônicos de velocidade, fiscalização mais intensiva e, talvez o mais importante, um planejamento urbano que não incentive nem permita a alta velocidade dentro dos limites da nossa cidade. Todos sabemos que vias mais largas incentivam o motorista a ir mais rápido, enquanto que vias mais estreitas, com calçadas mais largas, desestimulam o motorista apressado. Uma técnica muito simples e barata, utilizada na Europa e até no nosso vizinho Uruguai, é o alargamento das calçadas nas esquinas, justamente na área onde é proibido que os carros estacionem. Desta forma o pedestre tem mais segurança para atravessar a rua e os carros têm que reduzir mais a velocidade ao fazer a conversão, dando mais segurança a todos; e de quebra ainda ganhamos mais espaço público, onde podem ser instalados bancos e jardins.

O senhor provavelmente já ouviu falar também das chamadas Zonas 30. Zonas residenciais onde a velocidade máxima permitida é 30km/h. Esse movimento começou no exterior e agora até mesmo o Rio de Janeiro já vem criando, com sucesso, as Zonas 30. Por que não as implementamos aqui em Porto Alegre?

Por falar no Rio de Janeiro, o senhor sabia que agora na Lapa, à noite, a circulação de carros é proibida? A Lapa é uma zona boêmia, por onde circulam muitos pedestres à noite. A proibição da circulação de carros deixou a zona mais agradável, com mais espaço para os pedestres e mesmo para os bares colocarem suas mesas. Ao transformar essas ruas em ruas para pedestres à noite, o ato de sair de carro para beber também é desestimulado, teremos menos motoristas bêbados na rua. Imagine só as ruas Lima e Silva, da República e João Alfredo, sem carros à noite, ou até mesmo a Padre Chagas! Cheias de mesas na calçada e pedestres andando tranquilamente pela rua, sem precisarem se espremer pelas calçadas.

Acreditamos também que a gradual substituição do atual transporte coletivo por um movido a eletricidade, só trará benefícios. Além dos óbvios benefícios ambientais, por ser mais eficiente, os veículos elétricos emitem menos ruído, e como todos sabemos a poluição sonora é geradora de estresse, que por sua vez gera violência. Existem modelos mais modernos de trólebus (ônibus elétricos) que não necessitam de rede elétrica aérea.

Entregamos essa carta para o senhor pois acreditamos que uma cidade mais humana, mais agradável, mais segura, é possível. E que para torná-la realidade, não precisamos de obras faraônicas, de viadutos de milhões de reais, pelo contrário, quanto mais investirmos em vias para automóveis mais estaremos incentivando as pessoas a utilizá-los. O que precisamos são de políticas simples, eficientes, que outras cidades já mostraram que funcionam. Contamos com o senhor para nos ajudar a criar uma Porto Alegre para as pessoas.

Sinceramente,

Pedestres, ciclistas, passageiros de ônibus e até mesmo motoristas que querem uma cidade mais humana.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Países em desenvolvimento e a redução de poluição


Países em desenvolvimento têm direito de aumentar suas emissões, diz ganhador do Nobel do IPCC
Lilian Ferreira
Do UOL Ciência e Saúde

Em Cancún (México)

“Os países desenvolvidos devem reduzir suas emissões, já os países em desenvolvimento, como China e Brasil, podem continuar a aumentar suas emissões em baixas taxas, no caminho para um desenvolvimento sustentável”. Esta é a opinião de Mohan Munasinghe, co-ganhador do Nobel da Paz em 2007 pelo IPCC (Painel Intragovernamental de Mudanças Climáticas), por alertar sobre os perigos do aquecimento global.

Um dos grandes entraves para um acordo sobre mudanças climáticas é a exigência de que países em desenvolvimento tenham metas de redução dos gases do efeito estufa. Uma das propostas de um rascunho finalizado na semana passada, e que será analisado por chefes de estado e ministros na COP-16, Conferência do Clima, sugere um acordo para que todos os países adotem medidas de redução desses gases.

Japão e União Europeia só aceitam impor metas mais duras de cortes, se todos os países fizessem o mesmo. Hoje, a China é o maior emissor, e Brasil e Índia também estão no top 10. Enquanto a UE oferece cortes de 20% e EUA de 17%, até 2020, o necessário seria de, pelo menos, 40% sobre 1990.

Em entrevista exclusiva ao UOL Ciência e Saúde, Munasinghe, que é professor da Universidade de Machester, diz que os países pobres devem focar as ações em adaptação às mudanças e em diminuir sua vulnerabilidade para proteger os mais pobres das consequências do aquecimento.

Como resolver o impasse?


Segundo Munasinghe, as emissões devem ser analisadas por habitantes, e, nesta conta, os EUA lideram. Cada americano lançou na atmosfera 18,9 toneladas de CO2, em 2007, frente a 4.9 toneladas dos chineses. “A China é um país em desenvolvimento que tem grande direito de continuar o desenvolvimento sustentável para reduzir a pobreza”, defende.A solução, para ele, é integrar as políticas de mudanças climáticas às estratégias de desenvolvimento sustentável e combater todos os problemas de uma só vez, porque eles estão interligados. As mudanças climáticas têm grande impacto na economia e vice-versa, então, só se chegaria a um bom resultado ao trabalhar com as duas questões ao mesmo tempo.

Assim, os países industrializados, que hoje têm alto PIB per capita e altas taxas de emissão, que excedem os limites máximos, devem reduzir os lançamentos, reestruturando suas fontes de energia. Já os países mais pobres, que emitem pouco e tem um PIB per capita baixo, devem receber adaptação às mudanças imediatamente.

Os países em desenvolvimento teriam que adotar medidas inovadoras para se desenvolver com baixa emissão de carbono, aprendendo com as experiências dos países mais ricos. Para isto, é necessária a ajuda técnica e financeira para continuar a crescer, com menos emissão e menos vulnerabilidade.

Justiça climática

Munasinghe acredita na chamada “justiça climática”, que diz que a maioria dos gases foi emitida pelos países ricos, então, eles têm maior dever em cortar emissões e ainda financiar ações em países mais pobres, os que sofrem mais com os impactos do aquecimento.
“As pessoas ricas de todo o mundo também devem carregar as maiores responsabilidades nesta questão”, sentencia ao apontar que o consumo dos 1,3 bilhão mais rico corresponde a 75% das emissões. “Eles podem contribuir para a solução ao escolher comprar produtos mais verdes”.Para ele, parte da solução está em criar um circulo virtuoso, que identifica onde estão as maiores emissões e as combate buscando alternativas simples, sem a necessidade de novas tecnologias, apenas com um consumo mais sustentável, não escolhendo produtos que foram responsáveis por grandes emissões, por exemplo.

Além disso, o ambientalista critica o Acordo de Copenhague, firmado o ano passado. O acordo é defendido por EUA, UE e Japão por contar com declaração voluntária de cortes por países que representam quase 80% das emissões. “O Acordo de Copenhague é o passo mais fraco [na direção a um acordo sobre mudanças climáticas], o que reflete o declínio político da questão nos últimos 20 anos. Kyoto também foi fraco e mesmo assim não está sendo implementado”.

“Para a COP-16, espero um progresso na questão da adaptação, porque não há desculpas para atrasos. Nós sabemos o que fazer, mas investimos dinheiro para manter a economia nos moldes atuais”, conclui.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultimas-noticias/2010/12/06/paises-em-desenvolvimento-tem-direito-de-aumentar-suas-emissoes-diz-ganhador-do-nobel-do-ipcc.jhtm

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Frases de amor

O que são?
Versos belos,
Rimados,
Que tocam
Almas carentes,
Aflitas,
Sedentas,
Sonhadoras,
Que buscam,
Espreitam,
Ansiosamente
Aguardam
Por um amor
Que os complete,
Os ampare,
Os eleve
E leve, bem leve,
Pra algum lugar
Aonde não se sabe
E, ainda assim, se quer chegar...
Frases de amor
Serão ridículas
Como as cartas
de Pessoa?
Se não forem ridículas,
Não serão frases de amor.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Ágora - Excelente filme!

Alexandria, Egito, 390 A.C., destruição da biblioteca de Alexandria, Hypatia, Cristianismo versus outras religiões...
Isso tudo dá uma dimensão da história que o filme trata.
Hypatia era filha de Theon, homem culto e grande filósofo de Alexandria. Uma mulher à frente de seu tempo, com opiniões políticas, apaixonada pela filosofia e astronomia. Inquieta, sua busca pelo conhecimento era constante e suas descobertas e conhecimentos eram dividos em suas aulas na universidade.
Hypatia no Senado
*
Mas o filme é muito mais do que Hypatia.
*
A destruição da biblioteca de Alexandria mostra como o cristianismo começou, ali, a dominar o mundo, deixando com que as pessoas vivessem quase mil anos nas trevas. Foi quase um milênio em que o mundo parou de evoluir, estagnou.
IMPERDÍVEL!
Hypatia tentando salvar livros

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Penne na manteiga, fácil, rápido e gostoso!

Puxa, fazia um tempão que não postava nada...
Quem sabe agora volte mais seguido, hahahha!
Bom, fica a dica para quem gosta de comer bem sem ter trabalho, é o Penne na manteiga. Receita que, por sinal, retirei de um blog de culinária muito legal que é o mixirica:
http://mixirica.uol.com.br/?mes=201009
É só conferir que a receita está lá no blog.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Obra de Antônio José Avelãs Nunes - Uma introdução à economia política


O trecho abaixo é um resumo de uma determinada parte do livro "Uma introdução econômica e política" de Antônio José Avelãs Nunes acerca da Globalização:

.
Os povos colonizados foram as grandes vítimas destas duas ondas de mundialização e globalização. [...] Eles pagam, com a sua "dependência", com o seu "desenvolvimento impedido", uma parte importante dos custos do desenvolvimento das potências capitalistas e da sua 'sociedade abundância'. [...] é um mundo em que "o sol nunca se põe no império da Coca-Cola". (p. 227)
[...]
[...] marcado pela afirmação decisiva dos 'aparelhos ideológicos' como instrumento de domínio por parte dos produtores da ideologia dominante, a ideologia do 'pensamento único', a ideologia da massificação dos padrões de consumo, dos padrões de felicidade, a ideologia que impõe a 'sociedade de consumo' como paradigma de desenvolvimento, a ideologia que pretende anular as culturas e as identidades nacionais. (p. 227)
[...]
Em 2001, em Porto Alegre, aconteceu o Fórum Social Mundial onde se afirmou o direito dos povos a organizarem-se livremente em vastas comunidades de nações solidárias, com o objetivo de evitar o domínio dos mais poderosos sobre os mais fracos, o direito de se protegerem por meio de barreiras de preferências comunitárias. Defendeu o direito dos povos à proteção das suas atividades vitais, o direito à livre escolha do modo de valorizar o seu território e os seus recursos, o direito a promover e a preservar a sua auto-suficiência alimentar. O Fórum rejeitou a lógica globalizadora que reduz à dimensão de simples mercadorias os valores sociais, as culturas e todos os valores que constituem a essência da identidade dos povos. (p. 236 e 237)

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Segurança nos transportes. Não nos públicos

Esse micro-texto deveria ser chamado de "filosofando ou questionando" o sistema.
.
Pensem: Por que as autoridades têm tanta preocupação com a integridade física das pessoas que andam em automóveis, exigindo que se use cinto de segurança mesmo dentro das cidades, não podendo se transportar mais do que cinco pessoas no carro, e, no entanto, os governantes não se preocupam com as pessoas que andam de transporte público?
.
Quantos andam com suas integridades físicas e morais esmagadas dentro de ônibus que mais parecem estar transportando animais? São muitos. Só a integridade de quem anda em automóvel importa?
.
E engraçado, são justamente os cidadãos que andam de transporte público os que não congestionam as ruas e estradas, que menos poluem o meio ambiente e são os que mais sofrem.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Ristorante Don Ziero - Vinícola Cordelier em Bento Gonçalves/RS

Estive há poucos dias em Bento Gonçalves conhecendo as vinícolas, o passeio foi muito bom, aliás, supreendente! Conheci apenas as vinícolas Miolo e Valduga porque o tempo era curto, mas o bom é que terei de retornar lá, já que tem muito mais coisas para se ver e curtir.
Falando em curtição, o restaurante "Don Ziero" da vinícola Cordelier, que por sinal não tive tempo de conhecê-la, é um lugar muito aconchegante, com luz quebrada, velas nas mesas, música ao vivo, uma decoração que mistura o rústico de uma vinícola com uma certa sofisticação delicada e, o melhor, a comida é deliciosa! Ah, sem esquecer que pode-se aprender na hora do jantar a praticar a sabragem, desde que você peça uma espumante, é claro. Tive a oportunidade de assistir um senhor de uma mesa ao lado abrir uma espumante com um sabre. Foi muito legal! O garçom trouxe o espumante e o sabre e o ensinou ali, na hora. Aplaudimos, ele agradeceu. Não foi só um jantar, foi um evento! Da próxima vez que formos lá, também pediremos uma espumante para aprendermos a sabragem, que apesar de ter sido criada na Rússia, ficou famosa com Napoleão que a utilizava em suas vitórias.
Já ia esquecendo, o preço é bastante justo, pois a conta sai em torno de R$ 50,00 por pessoa já contando com a bebida e sobremesa, que por sinal é por conta da casa e muito gostosa.
Buon appetito!

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Príncipe existe? Apresentada pelo grupo Fazendo Arte

Grupo Fazendo Arte apresentou a peça "Príncipe existe?"


Escrevi uma peça de teatro quando ainda estava na faculdade de Letras. Como coloquei-a no Recanto das Letras, Rose Furtado, do grupo de teatro Fazendo Arte encontrou-a e pediu-me para usar o roteiro. Foram feitas duas apresentações, uma num posto de saúde e outra num outro evento, ambas em Porto Alegre. Abaixo encontra-se um vídeo com a gravação e algumas fotos que divido com vocês.
http://www.youtube.com/watch?v=BhJcYAqGyV4























domingo, 1 de agosto de 2010

Johan Pachelbel: Canon in D major

A música abaixo é de Johan Pachelbel, "Canon in D major", me emociona demais!
Por favor, procurem ouví-la com fones, fechem os olhos e sintam a música. Depois me digam se não se emocionaram :)

http://www.youtube.com/watch?v=8Af372EQLck&feature=PlayList&p=41F494BC4B8229AF&playnext=1&index=9

Aproveitem!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Justiça: Igual para todos?

Engraçado...
Sou solidária à Cissa Guimarães por sua triste perda. Contudo, os jornais só noticiaram o atropelamento do rapaz com tanto enfoque porque era filho de celebridade. Os rachas andam por aí e ninguém faz nada de verdade. Quando o cidadão comum morre em um racha, são apenas poucas frases.
Outra, o filho do dono da RBS (afiliada da rede Globo do RS e SC), juntamente com o filho do delegado de Florianópolis, estupraram uma garota de 13 anos e pouco se falou na mídia televisionada, com exceção da Record. Deixo um vídeo abaixo onde uma reportagem conta detalhadamente como os garotos foram sórdidos e enviavam mensagens por Orkut, planejando o estupro e como se sentiam acima da lei, prepotentes e arrogantes, sem medo algum de punição. E por que eles não têm medo? Porque são filhos de poderosos. Um professor disse-me que a Justiça é igual pra todos, será mesmo?

http://www.youtube.com/watch?v=NN9RIyu8_yo

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Penta na Copa, 85º na Educação!

" O Brasil ficou entre os 8 melhores do mundo no futebol e ficou triste. É 85º em educação e não há tristeza".
Cristóvam Buarque

domingo, 4 de julho de 2010

Pra frente Brasil!

Pra frente Brasil! Valores nos dias de hoje...
Pra frente Brasil é um desenho do site Laboratório de desenhos muito reflexivo. O vídeo se encontra no endereço abaixo. É curtinho e vale a pena dar uma olhada.
http://www.laboratoriodedesenhos.com.br/corrente_page.htm

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Flor do deserto

Flor do deserto conta a triste e difícil história da modelo sumaliana Waris Dirie. Vítima de uma prática cultural comum em seu país, ela teve sua genitália mutilada. O filme estréia dia 25/06/2010 e foi interpretado pela modelo etíope Liya Kebede.


Abaixo são fotos da modelo sumaliana Waris Dirie.




Mais informações no blog abaixo, que por sinal, foi lá que li sobre o filme:
Bom filme!

terça-feira, 22 de junho de 2010

Cada uma...

Minha filha tem uma amiga adolescente, amigona mesmo, que volta e meia sai com cada uma...

Um dia convidei-a para tomar café, mas como ela já estava atrasada disse que não queria ficar para não dar uma de "peixe morto". Eu disse: - Queres dizer cachorro magro? E ela: - Ah, eu sabia que era um bicho que tinha algum problema. ;)

Outro dia, ela dentro de um vagão do metrô, ligando do celular, contava para minha filha que tinha ganho um "sacrifício" de um garoto e que tinha ele mesmo colocado o "sacrifício" em seu pescoço. Minha filha achou estranho, pois imaginou que o menino, de repente, teria lhe presenteado com algum colar com o nome dele ou algo parecido, e questionou se era isso mesmo. Ela, dando-se conta do erro, começou a rir e disse que o presente era um crucifixo. O problema é que as duas tiveram um acesso de riso, inclusive minha filha escutou-a dizendo para as pessoas que estavam ao seu redor, de que ela estava bem. Todos no vagão voltaram a atenção para a cena, e quanto mais ela tentava parar de rir, não conseguia porque do outro lado da linha minha filha também não conseguia parar. Eu assistindo tudo, comecei também a rir por imaginar o que estava acontecendo no trem, aí o riso não parava nunca. Resultado, desligaram. Mais tarde, com calma, ela contou para minha filha que descobriu, por meio de uma senhora que estava próxima dela no metrô, que aquilo era na verdade um escapulário. Só a ........fulana............ mesmo!
Adoro ela, e contei suas histórias por carinho! Se ela me permitir, conto seu nome.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Maquinista de Rio Grande

Em Rio Grande, minha terra natal, tem um senhor que está no calçadão da cidade há 37 anos vendendo empadinhas.
Leiam mais desta interessante história no link abaixo:

http://wp.clicrbs.com.br/retratosdavida/2010/06/08/o-maquinista-de-rio-grande/?topo=13,1,1,,,13

quarta-feira, 2 de junho de 2010

ISRAEL ATACA NAVIOS DE AJUDA HUMANITÁRIA PARA PALESTINOS

Pelo menos 10 pessoas morreram no ataque à frota de embarcações com ativistas pró-palestinos, que tentavam furar o bloqueio à Faixa de Gaza e entregar suprimentos à região, de acordo com a BBC.

Segundo os ativistas, os barcos estavam em águas internacionais, a mais de 60 quilômetros da costa, mesmo assim, os israelenses infringiram as normas com intuito de impedir que a ajuda humanitária chegasse aos palestinos.

Os barcos, organizados pela ONG Free Gaza, levavam 750 ativistas e cerca de 10 mil toneladas de suprimentos para a Faixa de Gaza.

Ainda de acordo com a BBC, tudo foi transmitido pela TV árabe Al-Jazeera que encerrou a transmissão após uma voz em hebraico, gritando: "Todo mundo cale a boca!".

Israel disse que bloquearia a passagem de barcos e classificou a campanha como “uma provocação com o intuito de deslegitimar Israel”.

Israel decretou um bloqueio quase total à entrada de mercadorias na Faixa de Gaza desde que o grupo islâmico Hamas tomou à força o controle da região, em junho de 2007.

POR QUE TODOS LEMBRAM DO MAL CAUSADO POR HITLER CONTRA OS JUDEUS, E NÃO ENCARAM E TENTAM IMPEDIR O MAL QUE ISRAEL ESTÁ FAZENDO CONTRA OS PALESTINOS?

A ajuda humanitária só estava indo porque eles estão morrendo de fome, com falta de medicamentos e tudo o mais de primeiras necessidades que são impedidos de chegar lá por conta da barreira que Israel faz. Estão encurralados, e ninguém faz nada. A ONU lava as mãos e Israel tem o apoio dos Estados Unidos. E aí, fica fácil lembrar da história, falamos de como os judeus sofreram nas mãos de Hitler, e realmente sofreram maldades absurdas, contudo não devíamos só olhar para o passado, pois já não podemos fazer mais nada. O que podemos, com exemplos de barbáries, é evitarmos crueldades no presente.

Será que alguém acredita na história de Israel, que a medida foi preventiva, que eles atacaram os navios para se protegerem? E que quando invadiram os navios foram atacados? Primeiro, os soldados israelenses foram atacados por estilingues, bolinhas de gude, paus e barras de ferro, o que fica evidente que se tivessem armamento de fogo, teriam metido bala neles. Segundo, os ativistas atacaram porque foram invadidos.
E o pior, todos continuam calados.

terça-feira, 1 de junho de 2010

Filosofia no YouTube - Foucault em Vigiar e punir


Descobri que no YouTube tem vários vídeos sobre filosofia, incluindo um antigo quadro do Fantástico sobre o assunto "Ser ou não Ser" com a filósofa Viviane Mosé, uma especialista no assunto. Qualquer um dos vídeos delas que você assistir, terá uma excelente aula.
Mas voltando ao Foucault, tem um livro importante dele intitulado "Vigiar e punir", que para quem quiser saber mais sobre o assunto pode ter uma ideia do livro em vários vídeos no YouTube. O tema trata de punição e controle da sociedade. Abaixo deixo alguns links, tanto para o de Foucault (também com a filósofa Viviane Mosé), como o da série da Globo. Um deles apresenta os diversos tipos de punições, dos suplícios até os dias de hoje:




Para quem gosta do assunto, vale a pena dar uma olhada e filosofada!

sábado, 29 de maio de 2010

Charlie Chaplin -Tempos Modernos

Quando era pequena, está bem, ainda sou pequena, quando era criança costumava assistir os filmes do Chaplin na tv na sessão da tarde. Tinha boas lembranças deles, por isso resolvi pegar um deles um dia destes. Gostei muito de ter revisto, pois percebi várias críticas sociais por trás daquele humor do palhaço Carlitos. O filme é de 1936 e quase mudo, apesar de já fazer 10 anos naquela época que se faziam filmes falados. Digo quase porque esse foi o primeiro a ter algum diálogo com voz, mas pouquíssimos e uma cena em que Carlitos canta, a única vez que se ouve a sua voz em seus filmes. Ainda assim, para garantir que não perdesse a característica de seus filmes que eram mudos, cantou em uma língua inventada por ele, onde o que prevalecia era a mímica.
A cena inicial começa com um rebanho de ovelhas brancas andando e no meio delas uma negra. Em seguida, na sequência, aparecem várias pessoas saindo do metrô, o que lembra muito as ovelhas.
Chaplin fica maluco por trabalhar numa fábrica de produção em série, evidentemente isso é uma crítica a então inovação implementada por Henri Ford na época do filme.
O filme mostra a época de depressão econômica em que os EUA estavam vivendo. Muitas fábricas fechando e milhares de desempregados, com protestos por todo lado por trabalhadores pedindo soluções. No filme, Chaplin ao tentar entregar uma bandeira vermelha que caíra de uma caminhonete, acaba se metendo em uma passeata e é confundido pelos policiais como o líder dos protestantes e vai preso.
Outra curiosidade é que esse foi o único filme em que Chaplin foi embora pela estrada acompanhado e feliz. Os anteriores sempre apresentavam a imagem dele indo embora triste e solitário pela estrada. Talvez porque esse foi o último.
Não gosto muito de contar muito sobre o filme, mas minha intenção é convencer alguém a assistir, pois vale muito a pena!

Última curiosidade: Em seu tempo, muitos o imitavam, existiam vários concursos. Em um deles Chaplin concorreu anonimamente, mas foi eliminado em seguida. Disseram que ele não imitava "Chaplin" bem.

domingo, 23 de maio de 2010

Bicicletas: atitude inteligente


As bicicletas são um meio de transporte que não poluem o meio ambiente e ainda contribuem na saúde das pessoas. Aqui no Brasil também deveríamos adotar essa ideia, até porque, o trânsito está caótico. Por mais estradas que construamos, não serão suficientes para dar conta dos carros que são postos nas ruas a cada dia. Uma atitude saudável em todos os sentidos é andar de bicicleta. Mas para isso precisamos de ciclovias. Países como Holanda e Alemanha, de primeiro mundo, nos dão o exemplo. Sigamo-os!
Holanda
Bicicletas estacionadas num parque da Holanda
Alemanha
Estacionamento de bicicletas na Alemanha

Assistam a um video que nos mostra como é a hora do "rush" na Holanda. Em vez de carros, vemos transportes públicos de qualidade e bicicletas.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Boas Notícias: Poema de uma querida escritora, Ana Bailune, do Recanto das Letras


Boas Notícias

Mandem-me boas notícias:
Digam que a guerra acabou,
Que quem chorava, se alegrou,
Que a semente do ódio secou.

Mandem-me fotos bonitas
De paisagens comoventes,
De sorrisos reluzentes,
E gente cheia de vida.

Digam que a morte saiu,
E que não voltará mais
Que pelo menos, por um ano,
Não haverá funerais.

Mandem-me linda canção
Que me alegre o coração,
Uma mensagem de vida
Que expurgue a dor contida.

Digam-me que, por um tempo
Sobre a terra, haverá
Apenas bons pensamentos
Que tragam contentamento.

Mandem-me boas notícias,
Eu aguardo, e acredito
Que elas hão de chegar.
Eu estarei à janela
Fitando o horizonte infinito
Confiante, a esperar.
Ana Bailune

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Difícil aceitar críticas

Deixei um novo texto no Recanto das Letras com o título "Difícil aceitar críticas".
Quem não tiver nada melhor para ler...

http://recantodasletras.uol.com.br/cronicas/2223784

Um beijo aos amigos!

sábado, 24 de abril de 2010

Selo blog de ouro

Adorei ter ganho o selinho da Talita do blog Coisa de Menina! Obrigada pelo carinho, querida.
http://bymenina.blogspot.com/

Regras:

1) Por que você acha que mereceu esse selinho?
Acho que é um carinho de quem gosta do blog. Tento fazer minha parte, mas sei que poderia melhorar muito.

2)Na sua opinião qual post de seu blog é merecedor de um prêmio?
Acho que os sobre filmes e o da poesia do Mário de Andrade.

3)Do blog que te indicou, o que mais te agrada? Ele merecia o blog de ouro?
Gosto muito dos textos dela, são criativos, bem-humorados e críticos. Ah, com uma sensibilidade incrível.

4)Passando para:
http://euenanquim.blogspot.com/
http://nastintasparaasregras.blogspot.com/
http://etristeviverdehumor.blogspot.com/
http://jdieckmann.blogspot.com/- Poesia em tempo de Guerra

Acho que só pode indicar quatro, mas gosto muito também dos blogs Tecendo ideias --> http://giseleschmidtmoitoso.blogspot.com/ e o Muito legal -->www.muitolegal.net/.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Persépolis e o novo livro de Marjane: Bordados

Filme Persépolis e o novo livro de Marjane: Bordados
video

Pessoal, o vídeo acima apresenta cenas do filme Persépolis e ainda apresenta o novo livro de HQ de Marjane Trapassi, Bordados.

Ah, o video veio do link abaixo:

Curtam!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Persépolis

Persépolis conta a história real de Marjane Satrapi, uma iraniana que, além de protagonista, é também autora do filme juntamente com o francês Vincent Paronnaud, sendo a produção franco-iraniana. Marjane, que faz histórias em quadrinhos, acabou dando esse toque ao filme, ficou bem legal.

Mostra dos quadrinhos de Marjane

Marjane nasceu em Teerã em 1969 e, ainda criança, em 1979 presenciou a queda da ditadura pró-ocidental do Xá Reza Pahlevi, que prometia modernização e democratização ao país, pela Revolução Iraniana de um regime repressor.

Imagens do filme Persépolis


Da noite para o dia as pessoas, principalmente as mulheres, sofreram brutalmente as mudanças, tendo, por exemplo, que deixar de lado as saias e mini-saias para se cobrirem com véus. Nem em suas casas elas podiam ter liberdade. Caso uma família fosse liberal e recebesse um visitante que fosse da opinião do governo radical, a mulher tinha de se portar como na rua, toda coberta e totalmente submissa ao marido, não podendo entrar nas discussões e sequer dar alguma opinião.

Fotos de jovens do Irã antes de 1979

Fotos de jovens do Irã antes de 1979

As fotos da década de 1970 foram extraídas do site:

http://funnytogo.com/pictures/iran70s/lifestyle.htm

O filme é uma verdadeira aula de história, vale MUITO a pena assisti-lo, recomendo!

sábado, 10 de abril de 2010

Não trema em voo tranquilo e sem acento


O texto abaixo é uma bela e humorada ilustração feita por Wilson Pereira do Recanto das Letras com a interação de Maristela Silva, de algumas regras do novo acordo ortográfico. Boa leitura!

NÃO TREMA EM VOO TRANQUILO E SEM ACENTO

- Boa tarde, meu senhor, nossa empresa agradece a sua preferência... sem crase.
- Eu queria comprar uma passagem para o próximo voo.
- Pois não... já que próximo é proparoxítono, então tem acento, mas informo ao senhor que voo não tem mais acento... nem os dois tem, têm.
- Então, quando sai o próximo voo com acento?
- Acho que nunca mais, todos os voos agora estão saindo com assento e sem acento meu senhor, só se fizer outra reforma para botar o acento de volta.
- Como assim?... até quando os voos estarão lotados?
- Eles não estão lotados, todos ainda têm assento... esse têm com acento.
- Não entendi.
- Como são muitos voos então é plural, daí têm tem acento, mas não tem acento nem no voo, nem no tem singular, entendeu?
- Não entendi nada... afinal, a gente tem que viajar em pé ou as pessoas têm que esperar reformar os aviões?
- Bem nesse caso o primeiro tem não tem acento e o segundo têm, tem.
- Agora sim, me embananei todo
- Nossos aviões têm assentos novinhos, não tem que reformar nada... e neste caso o primeiro têm com acento e o segundo tem sem acento.
- Olha, minha filha, em consequência desse seu papo estou ficando nervoso, você quer que eu trema de raiva?
- Por favor, meu senhor... trema nunca mais...o senhor parece que não tem paciência...esse tem, sem acento.

DELICIOSA INTERAÇÃO DA MARISTELA SILVA:

- Pois bem mocinha, percebo que sua ideia é me irritar sem acento, mas não vou deixar não...
Decidi que já que enjoo mesmo em voos curtos, tendo ou não acento em ambos, vou é viajar de ônibus... este sim com os devidos assentos e acento .
Tem mais alguma gracinha a fazer? Ah! este tem...também sem acento.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Pulseiras do sexo estupram?


Pulseiras ESTUPRADORAS?

Três adolescentes ESTUPRARAM uma garota de 13 anos. ESTUPRARAM! E o que mais me choca, além da barbárie que é o crime, é com relação ao enfoque dado pelo noticiário, tanto na TV como na internet. Chegando ao absurdo de em um site do Correio Braziliense estar escrito assim: Aparentemente inofensivas, as “pulseiras do sexo”, fizeram sua primeira vítima na cidade de Londrina, no Paraná. Deixem-me ver se entendi direito: não foram os rapazes, sendo um deles maior e os outros menores de idade, que VIOLENTARAM a menina? Foram as pulseiras?
O que mais me revolta é que estão focando essa tragédia numas porcarias de pulseiras de plástico! O que tem que ser reforçado na divulgação dessa barbárie é o fato de três adolescentes terem ESTUPRADO COVARDEMENTE, aliás isso é uma redundância já que o estupro por si só já é uma covardia, mas três é um crime monstruoso. E vem culpar umas pulseirinhas... ora, onde é que nós estamos?!
Os jornais, em geral, têm divulgado a polêmica das “pulseirinhas do sexo”. Dizem ser um problema nas escolas, tanto que uma vereadora de Londrina, Lenira de Assis, fez um projeto na Câmara de Vereadores para proibir a venda das tais pulseiras. E eu pergunto duas coisas: Uma, se a garota estivesse sem as pulseiras, os garotos não teriam sido tão covardes e canalhas? Ou melhor, alguém tem o direito de estuprar outrem, já que este último está com uma “pulseira do sexo”? Segunda, proibir é o melhor remédio? Digo isso porque as drogas são proibidas e quem quer comprar sabe onde. E pior, adolescente adora coisas “proibidas”, pois eles gostam do desafio. Portanto, o tiro ainda pode sair pela culatra.
Outra coisa, tirando o peso do crime dos adolescentes e pondo nas “pulseirinhas”, a mídia acaba quase que inocentando os três garotos covardes, quando na verdade eles é quem foram os criminosos. É o monstruoso crime que deve ser destacado pelos jornais e mídia. O fato de a menina usar esses acessórios tem de ficar em segundo plano. Isso é mania, modinhas de adolescentes, nada que com bons diálogos e esclarecimentos não se resolva.
Espero que a justiça seja feita. Que ao invés de as “pulseiras” sentarem no banco dos réus, sejam os adolescentes que sentem, que cada um pague, conforme sua idade e obrigação com a Justiça.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Budapeste, livro do Chico

Terminei o livro do Chico "Budapeste". Gostei bastante da história, não é nada convencional. Conta a história de um homem que parece perdido, entre o amor de sua mulher e o de outra em que ele acabara conhecendo em Budapeste. Mas vai além, ele não está só perdido entre amores, está, na verdade, perdido nele mesmo.
O filme com o mesmo título já está nas locadoras, já ouvi falar que é muito bom.
Fica então a dica, se não tiver tempo para o livro, ainda tem o filme, que por sinal, ainda pretendo assistir.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Excelente curta-metragem "FOBIA DE PORTA"

EXCELENTE! Adorei o curta que está abaixo, mostra a visão de uma pessoa com problemas mentais sobre seu medo, que no caso é de passar por portas. Muito legal!
O curta se encontra no site http://www.dailymotion.com/Esma-Movie e é da ESMA-MOVIE e encontrei-o em meio a outros curtas, também muito bons, apresentados pelo blog que sigo que é o "muito legal blog", o endereço para essa postagem dele é : http://www.muitolegal.net/2010/03/10-curtas-metragens-animados-surreais.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+muitolegal+(muitolegal+blog+::+sua+overdose+diária+de+inspiração)
video
Vale a pena conferir!

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Papel higiênico salva vida de professora!

Papel higiênico salva vida de professora!

Só para complementar o post abaixo...
Minha filha, depois de ler o que postei, contou que sua professora, depois de ter sido furtada e para isso ter tido a bolsa rasgada por um canivete (foi bem profundo), disse não ter ser machucado, já que a bolsa estava colada ao seu corpo, porque o canivete pegou um rolo de papel higiênico que estava dentro da bolsa. Hoje em dia, ela sempre carrega um rolo de papel, afinal, nunca se sabe!

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Salvos pelas gordurinhas e silicone




Parece coisa de filme!

Geralmente nos filmes, vemos os mocinhos sendo salvo de tiros por um celular, uma medalha ou moeda. Aqui na vida real tenho lido ultimamente notícias de pessoas sendo salvas por gordurinhas e implantes.

O inglês Snaz Martin, 43, jamais imaginaria que cultivar uma "barriga de cerveja" poderia custar sua vida. Dono de um bar no Reino Unido, ele foi atacado por um bêbado e salvo da morte pelas gordurinhas extras;

A recepcionista Lydia Carranza, dia 26/02, estava no trabalho quando um homem armado com uma pistola entrou no consultório e atirou contra ela. Ela não fazia ideia de que seu implante salvaria a sua vida;

A norte-americana Samantha Lynn Frazier, de 35 anos, disse que "graças aos seus 'pneuzinhos é que estava viva!", pois no sábado (20-02), ela levou um tiro ao entrar em um bar em Nova Jersey.

Bom, agora a mulherada vai ter desculpas maiores para o silicone e o que dizer aos que tem uns quilinhos a mais? Eu, hein!