quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Indenização por uso da imagem do Cristo Redentor no filme "2012"

A Arquidiocese do Rio pede indenização por uso da imagem do Cristo Redentor no filme "2012"
Conforme a matéria do dia 24/02/2010 da Folha online, a Arquidiocese do Rio de Janeiro está cobrando, judicialmente, uma indenização por uso da imagem no filme "2012".
A Arquidiocese não cobra por uso de imagens, mas, segundo a advogada "O Cristo é um símbolo religioso e deve ser preservado". No filme o Cristo foi destruído.
Até que ponto o Cristo Redentor é mais símbolo da religião católica do que símbolo de uma cidade?
Quantas pessoas olham para o Cristo e o lembram como símbolo da igreja católica?
O fato de o Cristo Redentor aparecer numa grande produção cinematográfica não significa divulgar a cidade do Rio, e com isso, também o Brasil?

2 comentários:

Cris Mitsue disse...

Realmente o Cristo, pelo menos ao meu ver e das pessoas que conheço, não é visto como símbolo da Igreja Católica. Me impressiona ver que, se é pra ser preservado a imagem religiosa, deveriam então "censurar" (?) quase tudo que vemos por aí... kkk
Mas enfim, até mesmo ao ver o filme, fiquei um tanto "feliz" por ver, apesar de poucos segundos no longa, a imagem do Cristo e o Rio de Janeiro, já que é - talvez - o único filme de catástrofe que mostra o Brasil. Mas fazer o quê, não é mesmo? Hmm. Beijocas

Jefferson Dieckmann disse...

Concordo contigo! Penso que, ao aparecer no filme, a imagem do Cristo ajuda a divulgar a cidade do Rio de Janeiro e o Brasil! Acho que não é o caso de se misturar religião, fé e indenizações... Abraços!