segunda-feira, 11 de julho de 2011

A Sangrenta e bárbara Festa de São Firmino - Pamplona, Espanha

A Festa, sangrenta, de São Firmino acontece em Pamplona (Espanha - país de primeiro mundo?) desde 1591, em homenagem ao padroeiro da cidade. Percebam que é uma festa com motivo religioso, imaginem se não fosse. Imaginem se fosse para comemorar alguma batalha! Bom, aí talvez a barbárie fosse ainda maior. Além do mais, em 1591 até consigo compreender que as pessoas se divertissem maltratando animais - não tinham muito o que fazer e tinham muito menos instrução e educação- mas hoje em dia? E tudo o que evoluímos de lá para cá, não serviu para nada? Não ficamos mais civilizados?
Turistas e moradores locais, durante os nove dias de "festa", saem às ruas para acompanhar os shows, PROCISSÕES (?), touradas e a "encierros", que é quando botam os bois nas ruas para correr atrás das pessoas. Obviamente que o pessoal faz de tudo para provocá-los e os bichos enfurecidos, eventualmente, chifram e matam alguns dos "foliões". Foliões, pois isso parece uma versão animalesca, brutal e estúpida de carnaval.
Apesar dos apelos de várias partes do mundo, de entidades protetoras dos animais, de protetores dos direitos humanos, pedirem o fim dessa comemoração tão bárbara e cruel, a festa de São Firmino continua acontecendo em pleno 2011. Ou seja, são 420 anos dessa cultura vergonhosa.
Dizem que cultura não se discute, se respeita. Não concordo, acho que tudo na vida é questionável. Se questiona, se verificam os motivos e se eles forem plausíveis, aceitáveis, toleráveis, se respeita, caso contrário deveriam ser revistos. Tanto assim que senão não poderíamos ir contra a cultura de sociedades machistas onde homens batem e subjulgam as mulheres, por exemplo.
Tanto a Festa de São Firmino deveria acabar, como as tradicionais touradas, que também são uma estupidez. Não sou contra matar um boi para comer. Sou contra matar qualquer animal para diversão. Sou contra até mesmo aqueles lugares em que se paga para pegar o peixe e aí, como se fôssemos bonzinhos, depois devolvêmo-los para o rio. Entretanto, para o pegarmos tivemos de enfiar-lhes anzóis, muitos acabam morrendo pela ferida e por não conseguirem alimentar-se devidamente.
Machucar, maltratar animais por diversão é tão irracional...





















Fonte: http://blogs.estadao.com.br/olhar-sobre-o-mundo/festa-de-sao-firmino-tradicao-e-risco/

3 comentários:

A Mina do cara! disse...

E quem seriam os irracionais...?

O pior é que tem gente que defende as touradas, os rodeios... Será que essas pessoas acham absurdo uma matança como aquela da escola no Rio?

Patrícia Castro disse...

Pois Mina, nem tinha lembrado dos rodeios, também acho sacanagem ficarem apertando as "bolas" dos touros por diversão.

Anônimo disse...

Pq as entidades protetoras dos animais é tão timida na Espanha? estou cansade de ver como os touros são tratados mal neste país!! muito primitiva esta festa; ha verdadeiros espetáculos de horrores contra animais, coisas muito perversas na Espanha; uma pena mesmo pq minha mãe, espanhola, foi quem me ensinou a respeitar os animais! E estou passano isto para o meu filho.